Mosaico Grego

Os primeiros mosaicos gregos de que temos notícia, foram os pavimentais. Eram feitos de seixos rolados em tonalidades de cinza, azul, amarelo, vermelho, branco e preto. Concebidos para complementar a decoração do ambiente, ocupavam o centro da sala, substituindo o tapete.

Detalhe de um mosaico em seixos, retratando centauros, na sala de entrada de uma casa. Pella (cidade da antiga Macedônia, próxima da atual Tessalônica).

De composição concêntrica, tinham muitas bordaduras geométricas e um motivo central, chamado emblema, de estilo figurativo, representando animais, cenas de caça ou passagens mitológicas.

Mosaico de seixos rolados na cidade de Górdio, Frígia, região da Ásia Menor, atual Turquia, séc. VIII a.C.

Gradualmente, os emblemas helenistas ganharam expressão pelo virtuosismo, que se expressa pelo cuidado minuncioso com detalhes e pelo domínio da cor.

Cena de Caça. Detalhe de um mosaico de seixos rolados em pavimento, séc. IV a.C. Pella.

Depois de colonizar as ilhas do Egeo e a costa da atual Turquia, os gregos iniciaram uma migração no séc. VIII a.C. para a Sicília e o sul da Itália, região que conhecemos como Magna Grécia.

O famosíssimo mosaico da Batalha de Isso na Casa do Fauno, em Pompéia reproduz uma pintura do século IV a.C.

Retrata o confronto entre Alexandre, o Grande e o rei persa Dario. Séc. II ou final do séc. I a.C.

Familias abastadas da florescente Pompéia traziam obras e artistas gregos para criarem uma decoraração magnífica para suas residèncias.

Detalhe. Rei Dario.

Usa-se agora, a tessela, mármore talhado em forma cúbica de pequeníssimas dimensões.

Alexandre, o Grande. Detalhe do mosaico “A Batalha de Isso”.

1 comentario para “Mosaico Grego”

  1. Amei os cabelos esvoaçantes do rapaz…

Deixe um comentario